23 novembro 2009

...


 queria que você dormisse aqui comigo. Fica, por favor!

Às vezes é preciso saber recuar. Dar espaço e possibilidades para que o outro possa se entender. Não dar pra ficar sempre na porta batendo, cobrando, implorando para entrar. Entender que cada mundo é diferente do outro e que não existe uma formula mágica para resolver as questões. Cada um encara as coisas de maneiras opostas e respeitar isso deve ser lei. O ser humano é assim. Cada um em sua particularidade, na sua busca pessoal.

Estou tentando não invadir o teu mundo... Fazendo o possível para me conter e não te ver escapar por entre meus dedos. Tenho feito um esforço muito grande para não te assustar, embora seja um tortura não te ter por perto. Embora há tanto tempo eu esteja sozinho e com o coração um pouco cansado, preferi me afastar um pouco e te deixar respirar para decidir qual o melhor rumo a seguir. Difícil ignorar que tenho teu número e endereço... Que vontade de bater em tua porta e te pedir pra me deixar ficar!

À medida que te olhava sentado no sofá me vinha a inspiração de querer te pertencer para sempre. “Aquele jeito que você me olhou varreu meu pensamento. Todas as coisas saíram do chão... Eu me esqueci de tudo e antes que eu me desse conta já era seu meu querer.” Eu te olhando e querendo ser o motivo do teu pensamento perdido. Querendo estar no brilho daqueles olhos azuis e pequenos. Você sorrindo pra mim com a cabeça ainda tonta da noite anterior e eu querendo te abraçar e te falar da alegria que era ter adormecido e acordado contigo do meu lado, mas contive meus impulsos e te disse apenas: bom dia! E quis te dizer tantas coisas... Que a coisa mais linda que eu ouvi nesses últimos meses foi dita por você “Eu queria que tu dormisse aqui comigo. Fica, por favor!” E como não podia ser diferente eu disse: “sim, eu fico por você!”
 
E que dia maravilhoso a vida tinha preparado para nós. Plena segunda-feira e eu em festa. Distribuindo sorrisos até pra quem não devia. Nunca pensei em admirar tanto um dia de chuva, mas ir contigo comprar pão na padaria foi encantador. Sempre juntos! Juro que tentei de todas as formas ser o cara mais perfeito que eu poderia ser. Respeitei teu momento, teu minuto e teu segundo. E agora estou aqui com a cabeça cheia de planos, com medo de tudo e com você no meu pensamento. Sem saber ao certo como agir agora que você está distante. Culpando-me por ser tão imaturo ao ponto de me apaixonar assim tão fácil, ao ponto de querer guardar teu sorriso comigo pra eu ver quando acordar. Preciso mesmo deixar o dias correr e o tempo fazer tudo ficar em seu lugar. Preciso acreditar que eu fiz o que pude pra te fazer perceber que eu te quero muito, muito além das palavras, ainda que seja através delas que eu me expresse.
Josimar Souza- Mazes

P.S. Texto escrito 27/07/2009. Agora sim foi o momento certo de publicar.

Um comentário:

Talita disse...

Caramba...indubitavelmente um de seus melhores textos! Parabéns, menino!