14 novembro 2008

No meu tempo de MENINO

E as vezes é estranho olhar aquele cara "com um certo ar de autoridade", ele que sempre gostou de ser chamado de MENINO. É estranho porque as roupas largas, amarrotados e aquele tipo "CHEGUEVARIANO" de ser, as vezes não percebemos mais. Ele, que ao passar deixava pelo caminho o desejo e a necessidade de fazer um REVOLUÇÃO, mas isso tudo se transformou em coisas tão vazias que nem ele mesmo em seus furacões imaginários consegue entender. A tão sonhada SOCIEDADE ALTERNATIVA? É um bom plano, mas ele sabe que nessa ele esta sozinho. Hoje o MENINO esta crescendo e aquele vestuário desbocado, se transformou em blusa cumprida, cinto, calça social, horários de chegada... saída, eleições e outras porcarias que ele nem quer se lembrar. A vontade de MUDAR O MUNDO continua existente em seu fantástico mundo imaginário, mas agora ele bem sabe que só um discurço coerente não será capaz de preencher os corações vazios. "Palavras são erros e os erros são seus. Não quero lembrar que eu erro também." As vezes ele gostaria que seu grito tivesse mais impacto. Se tivesse ele gritaria tanto, com tanta força, que até os edificios iriam ruir. Gritaria sua fraqueza, gritaria por paz, gritaria sua dor, gritaria por compaixão, gritaria por empatia e respeito. Mas seu poder é humano e limitado. E seu grito só alcança a si mesmo. E ele desisti de entender o mundo... É nessas horas que ele percebe que o universo não se resume a suas vontades. Ele ainda sonha em rodar o mundo e VOAR pra bem longe, por um caminho bonito. VOAR por caminhos imaginário e reias. Ele sonha em se conhecer, olhar pra dentro e não se envergonhar do que vê. Ele sou eu... É assim que eu consigo me enchergar. P.S. A inspiração vei eu deixei que ela tomasse conta de mim. É isso ai!
Josimar Souza - Mazes, o pensador

3 comentários:

goticoaway disse...

poxa cara bem legal...vou ler outra ves!

nati disse...

gostei !

lord disse...

Amei! s2


No tempo em q se tinha tempo pra ñ fazer nada... quer dizer... tínhamos tempo pra ficar com os amigos sem se preocupar com hora!